Confederação da Maçonaria do Brasil publica manifesto à sociedade

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 29 de maio de 2018
Veríssimo Amaral


A Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil (CMSB) publicou um manifesto à sociedade em que mostra “preocupação”, mas também solidariza à situação de instabilidade que passa o Brasil.

A CMSB pede

  • “reconhecimento, pela Ordem Maçônica, da legitimidade do direito de reivindicação, nos limites da Lei, da Ética e da Moral, sustentáculos da sociedade e da convivência dos povos”;
  • “a necessidade de respeito ao direito de reivindicar e de ir e vir”; “a premente necessidade da sociedade brasileira, de um projeto estratégico de desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidade, construído em bases sólidas e democráticas”;
  • “o combate implacável, em todos os níveis da sociedade, à corrupção e aos crimes de Estado”;
  • “a reestruturação do Estado brasileiro, com a construção de um novo pacto federativo;
  • “a implementação de uma completa e radical reforma tributária;
  • e “a urgência de uma reforma política, com a implantação do voto distrital”.

As 27 Grandes Lojas Maçônicas brasileiras que assinaram manifesto apontam que “a cada dia mais evidente que a sociedade brasileira não mais suporta a tirania econômico-financeira”.

O regime de verdadeira espoliação a que está submetida, com o comprometimento de recursos essenciais ao desenvolvimento econômico e até mesmo à satisfação das mais elementares necessidades humanas, no sustento de uma máquina ineficiente, ineficaz, perdulária e reconhecidamente incapaz de atender aos anseios mínimos da população”, diz um trecho da nota.

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: Brasil, Destaques, Geral, Manifestações,