Padre faz apelo para encontrar gato que invadiu casamento de jovem francisquense

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 11 de maio de 2017
Caroline S. Menezes


Foto: Wagner Bressiani / Timóteo Sodré

O gatinho que ficou famoso após invadir uma cerimônia de casamento, realizada há cerca de um mês, no município de Vitória, está desaparecido. O padre Renato Paganini, dono do animal chamado Nero, fez um apelo no Facebook para tentar saber o paradeiro do gato.

Veja aqui a matéria sobre o gato nesse casamento

“Depois de ser tão assediado por conta da famosa foto do casamento, levaram meu gato preto. Algumas pessoas deram notícia de ter visto estranhos com ele nos braços. Depois disso, não se teve mais notícias suas”, disse o padre na publicação.

Paganini ainda completa dizendo que talvez alguém possa ter pensado que o bichano estivesse abandonado por ficar livre nos jardins da igreja, “mas ele tem dono! Apelo para que devolvam o Nero”. A postagem já alcançou mais de 300 reações, 120 compartilhamentos e 40 comentários.

Como Nero ficou famoso

Durante a cerimônia, que aconteceu na Igreja Cristo Redentor, em Goiabeiras, o ‘convidado’ encontrou na cauda do vestido da noiva francisquense, Bruna Rizzo, um bom lugar para se aconchegar e roubou a cena, divertindo quem estava presente.

Um dos fotógrafos que registrou o momento, Wagner Breciane, contou que o gatinho ‘entrou em cena’ poucos minutos após o início da celebração. “Ele estava do lado de fora e o outro fotógrafo, Timóteo Sodré, já tinha inclusive tirado uma foto dele. Quando percebemos que ele tinha subido no altar, já ficamos de olho, mas ninguém esperava que isso fosse acontecer”, contou.

Quando o bichinho resolveu deitar no vestido, os dois fotógrafos correram para registrar o momento. Enquanto Wagner tirava a foto de trás, com o gato bem aconchegado, Timóteo se preocupou em flagrar a expressão da noiva ao saber que o que estava pesando o seu vestido não era só o véu, mas também um simpático gatinho preto. Quem deu a notícia foi o noivo, Paulo Henrique Camargo, que se divertiu com a cena.

“Foi uma surpresa muito grande, porque nós já havíamos visto o gatinho passeando pela igreja, mas não acreditávamos que ele fosse deitar logo ali no vestido e ainda tentar dormir. Nós gostamos de animais, temos um cachorro em casa, então foi muito natural e todos que estavam presentes também se divertiram e acharam inusitado”, contou.

Com todas as histórias e superstições de que gato preto traz azar, Bruna ficou assustada de início e, segundo o noivo, chegou até a fazer pesquisas na internet para saber o que significava. A surpresa foi que o significado é completamente outro e em alguns países gato preto no casamento significa sorte.

Em 26 anos de profissão, Wagner afirmou que nunca presenciou nada parecido. Ele contou ainda que o que ficou mais interessante foi que um dos padrinhos, irmão da noiva, tentou tirar o gato e depois disso o animal ficou o tempo todo ao lado, encostado na perna dele e querendo voltar para o lugarzinho que tinha encontrado no vestido.

Pessoas que estavam no casamento explicaram que o gato sempre está na igreja e que o padre já conhece e tem um apreço especial por ele.

Fonte: Folha Vitória

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: Destaques, Eventos, Geral, Região, Social,