Homem morre e 50 ficam desalojados em Água Doce do Norte

Imprimir
Compartilhar
Atualizado em 17 de dezembro de 2016
Regis Coelho


Por Mayara Mello

Uma pessoa morreu, duas pessoas estão desabrigadas e mais de 50 famílias tiveram que sair de casa por causa da enchente que atingiu Água Doce do Norte, nessa sexta-feira (16). É a quarta vez que o município é atingido por enchentes nesta semana.

Roberto Lemos da Cunha, de 50 anos, tentou atravessar uma ponte coberta de água e se afogou. O corpo dele foi encontrado a um quilômetro do local do acidente pelos moradores.

O bairro mais atingido no município foi Cristo Rei. Aproximadamente 40 famílias tiveram que sair de casa depois que o rio que corta o bairro transbordou. Nesta manhã, as ruas ainda estavam cobertas pela lama e bueiros entupidos.

“Muita água e o povo estava desesperado mesmo. E estamos aí, nessa situação, nessa lama toda”, relatou a auxiliar de serviços gerais Maria Helena Pereira.

No distrito de Santo Agostinho, o córrego transbordou e as ruas da comunidade ficaram alagadas. A força da correnteza derrubou o muro de uma casa. O morador, Paulo Roberto Fernandes, estava no local quando aconteceu.

“Colocamos uma lona e seguramos até certo momento em que passou por cima e a gente deixou. Não tinha jeito mais, a gente teve que sair. A gente estava com a comporta fechada lá e teve que abrir para a água não levar a casa. A gente fica transtornado com o que está acontecendo”, falou.

Em outras localidades do município, pontes foram arrancadas e algumas famílias estão isoladas, como a do lavrador Vanilton Eugênio Dias, que está com a mãe de 90 anos ilhadas.

“Minha mãe tem 90 anos e está em casa. Se acontecer de passar mal, tem que sair com ela na cacunda. Tem um carro lá, mas como é que faz? Não tem jeito. Na moto, eu tive que passar em um pranchão para sair com ela”, contou.

O prefeito, Paulo Márcio, informou que a prefeitura percorreu os pontos mais atingidos e fez um plano para minimizar os transtornos causados pela chuva. Paulo disse que fotografou a situação para mandar ao governo do estado.

“Estamos aqui, com muitas famílias que ficaram desalojadas, e estamos tentando fazer o socorro. A assistência social está fazendo a distribuição de cesta básica, de colchão. Nós estamos tentando reconstruir pontes e bueiros, para dar passagem para a população. A gente já fez três vezes essa ponte aqui. A gente termina de manhã e a água leva de tarde”, destacou.

De acordo com a Defesa Civil, 50 famílias ficaram desalojadas por causa da enchente, mas  com o trabalho de limpeza, aos poucos, estão retornando para as casas. Apenas duas pessoas estão desabrigadas e sem conseguir voltar para casa.

O interior continua sem informações sobre a dificuldade de acesso. A Secretaria de Ação Social já está tentando o aluguel social para a família.

Chuva abre cratera em Água Doce do Norte, no ES (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)Chuva abre cratera em Água Doce do Norte, no ES (Foto: Reprodução/ TV Gazeta)

Clique aqui e compartilhe com seus amigos do Facebook

Veja outras matérias sobre: acidentes, Destaques, Geral, Polícia, Região,